Internacionalização e Inovação​

Projecto de Internacionalização e Inovação

A Inforlandia, como fabricante de equipamentos informáticos, tem vindo a reforçar permanentemente a sua aposta na internacionalização. Passados 30 anos, apresenta-se com um profundo conhecimento e experiência no sector tecnológico, a nível local e internacional, sendo a presença a nível global já uma realidade.

A aposta na investigação e desenvolvimento de soluções inovadoras tem vindo a ser suportada em parcerias nacionais e internacionais com centros de investigação, universidades e outros parceiros tecnológicos como a Microsoft e a Intel. O valor dos projectos desenvolvidos tem vindo a merecer o reconhecimento por parte da comunidade tecnológica, em especial por parte dos parceiros, através das nomeações e dos prémios atribuídos.

A sustentabilidade tem-se mantido como factor que se enquadra em todas as decisões.

Designação do Projeto: INFORLANDIA – Internacionalização sustentada na inovação

Códigos de Projeto: POCI-02-0752-FEDER-021695 e POCI-03-3560-FSE-021695

Objetivo Principal: Reforçar a competitividade das PME

Região de intervenção:  Aveiro

Entidade beneficiária: Inforlandia SA

Programa de Financiamento:
Custo total elegível: 301.489,67€

Apoio financeiro da União Europeia:
FEDER – 129.263,67€   
FSE – 8.542,25€

Síntese do projeto

A INFORLANDIA iniciou a sua atividade em 1990 dedicando-se ao desenvolvimento e fabrico de equipamentos informáticos (desktop, portáteis, tablets e híbridos) e de comunicações (smartphones, telemóveis e telefones), através da marca própria “INSYS”.

Atualmente, o promotor já foi premiado por diversas revistas especializadas, relativamente aos computadores da marca “INSYS”. Também,ao nível das certificações, destacam-se as certificações pelas normas ISSO 9001:2008 e ISSO 14001:2004, as quais a empresa pretende atualizar brevemente.

A empresa faz parte do grupo empresarial VAGA, SGPS e detém 13 marcas registadas a nível nacional, das quais destaca a “INSYS”, a “INSYS Edu.Pro”, a “BAC – Brand Art Concept”, a “M4TRIXX” e a “CUCo”. Os principais clientes destacados pelo promotor estão divididos pelas áreas de distribuição ou revenda – lojas de venda direta ao público; Integradores de sistemas – empresas especializadas (para concursos públicos); Gamma Informatique (Tunísia); ARP Impor (Espanha) – empresas – Critical Lincs; Unitel (Angola); Cabo Verde Telecom (Cabo Verde) – e Setor Público – Hospitais; Centros de Saúde da Madeira; Administração pública; Finanças na Madeira; entre outros.

Concorrencialmente são identificados alguns nomes de referência no setor das comunicações e equipamentos informáticos, como:
HP; DELL; Acer; BQ; Wiko; Huawei; Modecom.

No que diz respeito à estratégia de internacionalização estabelecida, a INFORLANDIA aposta na diversificação com entrada em novos mercados (Estados Unidos, Cabo Verde, Moçambique, Marrocos, Egipto, Colômbia, Jamaica e Guiné-Bissau) e com novos produtos (o “INSYS Edu.Pro” e “CUCo”).

No que diz respeito aos objetivos que a entidade pretende ver satisfeitos, ao longo da implementação do plano de internacionalização, identificam-se:
Aposta na entrada em mercados novos, por forma a dinamizar a marca INSYS e comercializar as novas soluções “INSYS Edu.Pro” e “CUCo”;
Implementar ferramentas de gestão de clientes, para acompanhar a atuação internacional;
Melhorar as competências ao nível do design e marketing;
Aumentar o Volume de Negócios Internacional e Total.

De modo a atingir os objetivos supramencionados o Promotor aposta, no seu plano de internacionalização, nas seguintes ações:

Marketing Internacional:
Realização de um estudo de viabilidade económica e financeira;

Presença na web, através da economia digital:
Criação de websites multilingues para algumas das marcas da empresa, bem como otimizar os motores de busca;
Prospeção e presença em mercados internacionais (Prospeção e captação de novos clientes).

Realização de ações de prospeção nos mercados internacionais:
Angola, Tunísia, Espanha, Cabo Verde, Moçambique, Marrocos, Egipto, Colômbia, Jamaica e Guiné-Bissau;

Conhecimento de mercados externos (Feiras/Exposições) através da participação em feiras internacionais:
BETT SHOW (Reino Unido); DISTREE EMEA (Mónaco); INTEL SOLUTIONS SUMMIT (Panamá, México e Holanda); MICROSOFT LYNC (Espanha e Estados Unidos);

Introdução de um novo método de organização nas práticas comerciais ou nas relações externas:
Aquisição de um software CRM para gestão das relações comerciais internacionais.